Governo autoriza expropriações em Viana do Alentejo para novo bloco de rega do Alqueva

0
1224

O Ministério da Agricultura anunciou hoje ter autorizado a empresa do Alqueva a avançar com as expropriações de terras necessárias à instalação do novo bloco de rega em Viana do Alentejo, inserido no projecto de ampliação do empreendimento.

Em comunicado, o ministério refere que já está delimitada a área sujeita a expropriações para instalação do circuito hidráulico e do respectivo bloco de rega em Viana do Alentejo, no distrito de Évora.

O despacho que aprova as plantas de localização das parcelas que constituem a área a expropriar já está assinado e autoriza a Empresa de Desenvolvimento de Infraestruturas do Alqueva (EDIA) a avançar com o processo de expropriações, explica o ministério.

“As parcelas a expropriar estão abrangidas pela declaração de utilidade pública e o processo decorrerá com carácter de urgência”, refere o ministério, explicando que a instalação do circuito hidráulico e do bloco de rega de Viana do Alentejo visa beneficiar com o regadio do Alqueva uma área de cerca de 4.378 hectares.

Segundo o gabinete do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, a instalação do bloco de rega de Viana do Alentejo, aprovada em Março deste ano, integra-se no projecto de ampliação do regadio do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (EFMA) em mais 50 mil hectares, no âmbito do Programa Nacional de Regadios.

Trata-se de um programa que o actual Governo criou com o objectivo de dotar Portugal com “cerca de 100 mil novos hectares de regadio até 2023, através de um investimento público que ascende a 560 milhões de euros”.

O programa deverá criar 10.500 novos postos de trabalho permanentes e “prossegue um grande objectivo do Governo, criando mais e melhores condições para a fixação das populações e para o crescimento da pequena agricultura familiar, através de investimentos promotores de desenvolvimento rural e de valorização do interior”, refere o ministério.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here