Hospital do Funchal assiste 1.200 pessoas devido ao calor

0
5466

O serviço de urgência do hospital do Funchal registou nos últimos três dias mais de 1.200 atendimentos de pessoas com sinais e sintomas associados às elevadas temperaturas que se registam na Madeira, foi hoje divulgado.

De acordo com a informação divulgada pelo Serviço Regional de Saúde da Madeira (SESARAM), a maioria dos utentes que deram entrada naquele serviço desde sábado até às 19h00 de hoje foram na “maioria pessoas com mais de 65 anos”.

Nos últimos dias, o arquipélago da Madeira tem estado sob aviso laranja (o segundo mais grave de uma escala de quatro) devido ao tempo quente, que passou hoje a amarelo.

O SESARAM “em virtude do aumento do número de atendimentos registados” nas urgências daquela unidade hospitalar, relembra a necessidade da importância da adoção de medidas de combate aos efeitos do calor.

Beber água, mesmo quando não tem sede; permanecer em ambientes frescos ou com ar condicionado; sempre que necessário procurar locais climatizados; evitar a exposição direta ao sol são algumas das sugestões enunciadas.

O serviço de saúde madeirense também aconselha o uso de roupa de algodão larga, leve e fresca, bem como de chapéu de abas largas, protetor solar e alimentar-se com refeições mais leves e comer mais vezes por dia.

Também sublinha que no caso de grupos mais vulneráveis, como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, “os cuidados devem ser redobrados, nomeadamente uma correta hidratação, evitar exposição solar e não ingerir bebidas alcoólicas ou muito açucaradas”.

A nota conclui que esta informação deve ser “complementada com a leitura atenta do folheto informativo” intitulado “Verão! Saudável e Seguro”, do Instituto de Administração da Saúde (IASAUDE).

A Madeira está sob aviso laranja do IPMA até as 21h00 horas de quarta-feira, tendo hoje os termómetros atingido aos 29º no Funchal e 25º em Porto Santo.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here